INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

Edição de Dezembro - 2017

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sábado, 6 de abril de 2013

Moradoras de Caxias, as pequenas atrizes Ana Luiza e Bia Abreu, que são primas, já se destacam em novelas e peças de teatro


Ultimamente, a família Abreu tem motivos de sobra para não desgrudar os olhos da televisão. Afinal, duas de suas pequenas integrantes decidiram começar cedo a brilhar na telinha. Ana Luiza Abreu, de 11 anos, acaba de se despedir da personagem Madá, que interpretou na novela "Lado a Lado", da Rede Globo, que terminou em março. Sua prima, Bia Abreu, de 10 anos, ainda está no ar. É ela quem vive Laura Moura, de "Balacobaco", da Rede Record.
— Gosto muito de ser atriz, de participar dessa novela. É a minha primeira. Estudo de manhã e gravo à tarde. Consigo dar conta de tudo — diz Bia, animada.
Bia está no ar como Laura Moura
Bia está no ar como Laura Moura Foto: Divulgação
De acordo com Divalice Abreu, tia das meninas, quem deu os primeiros passos no mundo da arte foi Ana Luiza, que resolveu fazer teatro aos 5 anos. Logo depois, Bia também começou a se aventurar nos palcos, seguindo a prima.
— A Bia assistiu a um espetáculo da prima, gostou e quis fazer teatro — conta, orgulosa, Divalice.
Não é a primeira vez em que o clã Abreu vibra pelas pequenas. No ano passado, Ana Luiza participou da novela "Aquele Beijo", também da Rede Globo. Ela era uma das crianças do núcleo do orfanato.
Ana Luiza caracterizada de Madá
Ana Luiza caracterizada de Madá Foto: Divulgação
Quando não estão na telinha, é nos palcos que as atrizes são encontradas. E as pequenas já reúnem um currículo de gente grande.
Ana Luiza já participou de cinco espetáculos. Em três deles, Bia foi sua colega de elenco ("Mães à beira de um ataque de nervos", "Quem matou mister Gordon Goldman" e "Porque o mundo é mundo".
Além disso, Ana Luiza também participou das peças "O acampamento que tira todos os medos" e "A arca dos bichos". Já Bia inclui na sua lista de apresentações o espetáculo "Cuidado, a morte vem aí".
Pais acompanham de perto cada passo
À esquerda, Bia e os pais. No centro, os avós, e, à direita, Ana com a mãe.
Dos muitos parentes corujas que há na família das pequenas atrizes, a mãe de Ana Luiza, Maria Augusta de Abreu, de 43 anos, está entre as mais assumidas.
À esquerda, Bia e os pais. No centro, os avós, e, à direita, Ana com a mãe
À esquerda, Bia e os pais. No centro, os avós, e, à direita, Ana com a mãe Foto: Renato Bairros / Extra
— Tenho muito orgulho da minha filha e da minha sobrinha (Bia Abreu). Gosto de acompanhar os passos delas — conta Maria, que é operadora de telemarketing.
Jorge Cezar de Abreu, de 44, pai da Bia, também assume o seu lado babão ao acompanhar de perto a carreira da herdeira.
— Quando dá, acompanho as gravações. Tenho que demonstrar que estou em sintonia com o interesse dela — destaca Jorge, que logo deixa escapar mais uma "corujice":
— Sou daqueles que sempre fala para os amigos: "Vejam minha filha, ela esta na novela". Ou, então, "ela está peça tal".
Longe das telas, duas meninas que adoram brincar
Não é de hoje que as atrizes Ana Luiza Abreu e Bia Abreu caminham juntas. Além da profissão escolhida e do parentesco, as primas moram no mesmo quintal, em um bairro de Duque de Caxias.
— Elas são muito próximas. Já fizeram balé e jazz juntas também. Nos fins de semana, principalmente, elas brincam sempre, ficam coladas — diz Maria Augusta, mãe de Ana Luiza.
E a sua herdeira logo confirma o que a mãe diz:
— Estamos sempre uma na casa da outra. Quando estamos juntas, gostamos de brincar de boneca, andar de bicicleta e ir ao cinema e ao teatro — afirma Ana Luiza.
Ana Luiza Abreu e Bia Abreu brincam com Bruce
Ana Luiza Abreu e Bia Abreu brincam com Bruce Foto: Renato Bairros / Extra
Bia Abreu concorda com a prima, mas logo destaca a brincadeira preferida ao lado da sua prima.
— Nos fins de semana, adoro brincar de detetive com ela — conta Bia.
Brincadeiras à parte, as meninas sabem a hora de falar sério. Quando o assunto são as referências no meio artístico, Ana Luiza não pensa duas vezes:
— Tenho planos para fazer novas novelas e peças. Gostaria muito de contracenar com a Glória Pires e a Fernanda Montenegro — diz a menina.
Bia, por sua vez, destaca os nomes de Giovana Antoneli e Fernanda Torres.
— São duas ótimas atrizes. Tenho vontade de trabalhar com elas um dia — revela a pequena.
Pelo visto, as meninas estão decididas em seguir a carreira de atriz. E torcida é o que não falta para elas.
— Quando não estou em casa, sempre gravo para assistir depois. Quando elas fazem alguma peça, a família toda vai assistir. Sempre acompanhamos tudo de pertinho — afirma Divalice Abreu, tia das meninas, sobre a importância do apoio de toda a família.