INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

Edição de Dezembro - 2017

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 28 de julho de 2015

MP denuncia homem que matou e esquartejou advogado em Caxias

Rio – O Ministério Público do Rio (MPRJ) denunciou Silas Peixoto de Carvalho, 55 anos, que matou, esquartejou e ocultou o corpo do advogado Fernando Felix Ferreira, de 30 anos, encontrado enterrado em um fosso na casa do acusado, no último dia 3, em Duque de Caxias, na Baixada. A vítima estava desaparecida desde o dia 23 de maio.
A denúncia, feita pela 4ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 3ª Central de Inquéritos, é pelo crime de homicídio duplamente qualificado contra o advogado.
De acordo com o pedido, o crime foi cometido por motivo fútil e de maneira a impossibilitar a defesa da vítima. Ele, que já está preso e também deve responder por ocultação de cadáver, teve a prisão preventiva requerida.
Ainda segundo a denúncia, com base no inquérito da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Silas atacou a vítima por não concordar com o valor que lhe fora cobrado por serviços prestados.
Fernando foi até a casa do denunciado, em Engenheiro Porto, para cobrar R$ 1 mil referente a duas causas em que trabalhava para ele, quando foi atingido por um golpe na cabeça.
Um dia depois de matar o advogado, Silas serrou o corpo em várias partes e os colocou em sacos de ração para animais, enterrando em um fosso da casa onde morava. O corpo foi encontrado 11 dias depois pela DHBF.