INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

Edição de Dezembro - 2017

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Fica uma pergunta: Onde é que nós vamos parar?

É muito difícil viver num lugar onde somos obrigados a conviver com todo tipo de baixaria, anti-cultura, ilhados pela mediocridade e o mau gosto promovidos ou pelo descaso e/ou pela negligência do Estado ou pior ainda: pelas ditas lideranças comunitárias coniventes com a imoralidade e promiscuidade pelas esquinas de nossos bairros aliciando nossos jovens a prostituição e ao uso de drogas.
Aos poucos as pessoas de bem vão sendo subjulgadas e se quiserem sobreviver terão que aceitar passivamente “viver” encarceradas em suas próprias residências.
Ir e vir (direito “assegurado” pela constituição) é coisa do passado. A sociedade está a mercê da escória da ralé da gentalha. O Estado disponibiliza contra a população todas as desgraças possíveis e imagináveis e até as inimagináveis. Coloca contra a população a polícia, a milícia, o tráfico de drogas, ONGs, fundações, associações, uma penca de igrejas, os tais conselhos comunitários, em suma, entidades (a maioria) com seus projetos de fachada que recebem do Estado para não realizar aquilo que seria de obrigação do próprio Estado. E como se não bastasse, quando a coisa aperta pra valer, manda pra cima do povão as forças armadas.
Quero destacar (especialmente) o papel da grande mídia, muito bem remunerada e responsável pela desinformação com suas propagandas enganosas.
Resumo:
Se as escolas não instruem...
Se as religiões, (des) doutrinam...
Se a imprensa desinforma...
Se as famílias deseducam...
Se quem deveria prender o ladrão está roubando...
Se quem deveria salvar vidas está matando...
Se o errado é que está certo, e o certo está errado...
Fica uma pergunta:

Onde é que nós vamos parar?