INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Defesa Civil encontra família de desaparecida em Duque de Caxias

A secretaria de Defesa Civil e Políticas de Segurança de Duque de Caxias, através da Patrulha Maria da Penha, promoveu neste domingo (8/5), o reencontro de Amanda Rodrigues Aguiar, de 23 anos, que estava desaparecida desde abril, com a família na sede da Guarda Municipal. O trabalho contou com a colaboração da secretaria municipal de Assistência Social e Direitos Humanos; do Conselho Tutelar; Centro de Referência e Atendimento à Mulher; e CREPOP.
Reencontro
“Foi um momento maravilhoso, ainda mais por ser no Dia das Mães. Mais uma missão honrosamente cumprida pelo nosso governo, em favor da sociedade de Duque de Caxias”, destacou o secretário de Defesa Civil e Políticas de Segurança, Marcello Silva da Costa.
O caso começou no dia 26 de abril, após ser acionada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, a equipe da Patrulha Maria da Penha foi até à Praça da Pedreira, em Xerém, para atender uma ocorrência envolvendo uma mulher que aparentava ter sido vítima de violência sexual, o que acabou não se confirmando. No local, o primeiro contato foi feito pelo Conselho Tutelar. Desorientada, Amanda Rodrigues Aguiar, de 23 anos, dizia ser de Arraial do Cabo. Ela foi conduzida à UPA Parque Beira-Mar para avaliação médica. Após ser liberada, foi encaminhada para o CR Mulher, onde a diretora do órgão, Renata Coloneze, acionou uma equipe do CREPOP/SMASDH, que a abrigou em uma instituição no Capivari.
Reencontro GMDC
Nesse período, a equipe da Patrulha Maria da Penha, juntamente com a Inteligência da Guarda Municipal, efetuou buscas sobre pessoas desaparecidas nas delegacias, não constando qualquer registro. Entretanto, após pesquisas em bases de dados estaduais e federais, levantaram o endereço da família, que reside em Arraial do Cabo.
 A partir do endereço, uma equipe da Patrulha seguiu até a cidade da Região dos Lagos, recebendo apoio da GM local, para fazer contato com os parentes de Amanda Aguiar. Segundo os familiares não foi feito um registro de desaparecimento, porque a mulher vivia em uma república de estudantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde cursaria História.
 Depois deste contato com os familiares ficou definido que o pai e a irmã iram à sede da Guarda Municipal de Caxias, para reecontrar a jovem, que estava acompanhada de uma equipe da secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos e da Patrulha Maria da Penha. a
Defesa Civil encontra família de desaparecida em Duque de Caxias