INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

Edição de Dezembro - 2017

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Polícia do Rio anuncia morte do traficante Fat Family

Conhecido como Fat Family, ele é acusado de envolvimento com o tráfico de drogas
A Polícia Civil confirmou a morte de Nicolas Labre Pereira de Jesus, baleado em meio a uma ação contra o tráfico de drogas, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro na manhã desta segunda-feira. Mais duas pessoas, cuja identidade não foi revelada, também foram mortas durante a operação.
Conhecido como Fat Family, ele é acusado de envolvimento com o tráfico de drogas e foi resgatado em junho do Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro da cidade do Rio de Janeiro, onde estava internado sob custódia da Polícia Militar. Na época, homens armados invadiram o hospital e trocaram tiros com policiais.
O vigilante Ronaldo Luiz Marriel de Souza, que estava na unidade, acabou atingido por uma bala perdida e morreu no local. Um policial e um técnico de enfermagem também ficaram feridos.
Fat Family era um dos principais procurados pela polícia no Rio e o Disque Denúncia chegou a oferecer R$ 3 mil por informações que levassem à sua prisão.

Caminhoneiro é preso com petróleo

Um caminhão-tanque carregado com 45 mil litros de petróleo in natura foi apreendido na última sexta-feira pela Polícia Rodoviária Federal em uma abordagem na Rodovia Rio-Teresópolis (BR-116), em Magé, na região metropolitana do Rio de Janeiro. O motorista foi preso, suspeito de receptação, pois a carga era furtada de dutos da Refinaria Duque de Caxias (Reduc).
Policiais rodoviários federais da delegacia de Magé abordavam veículos suspeitos na altura do km 122 quando decidiram parar um caminhão-tanque com placa de Minas Gerais. O motorista, de 46 anos, apresentou aos policiais uma nota fiscal da carga transportada, mas o documento era falso.
Após revistar o veículo, os policiais verificaram que o produto transportado no caminhão-tanque era petróleo e acionaram técnicos da Reduc, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Os funcionários foram até o local e confirmaram que se tratava do produto in natura. No total, havia 45 mil litros de petróleo bruto, que foram furtados de uma tubulação da refinaria.
Em seguida, os policiais encontraram outro caminhão-tanque abandonado em uma rua nas proximidades da rodovia. O motorista teria fugido e abandonado o veículo no local. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados.
Em nota, a Transpetro informou que vem colaborando com as investigações e está em constante articulação com o Poder Público para evitar atividades criminosas nas suas instalações e que intensificou o monitoramento e a vigilância das faixas de dutos.