INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

domingo, 16 de outubro de 2016

Marcos Valério / À Luz do Espiritismo - Um furacão de categoria 4 devastou o Haiti em 4 de outubro

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, o espiritismo é a minha verdade, algo que escolhi como filosofia, a razão e a emoção caminhando lado a lado e tendo a ciência e a religião como fundamentos em seu tríplice aspecto: ciência, filosofia e religião.
Eu sou Marcos Valério, 52 anos, casado, nascido em Pernambuco, ensino médio (incompleto) e profissional da construção civil (pedreiro).
ESTAREMOS JUNTOS A PARTIR DE AGORA AQUI NA COLUNA “À LUZ DO ESPIRITISMO”.
Eu como trabalhador da Doutrina dos Espíritos quero através desta coluna levar até vocês uma análise dos fatos do nosso dia a dia, mas sempre à luz da Doutrina dos Espíritos.


Haitianos desesperados por ajuda após a passagem do furacão Matthew saquearam caminhões da Organização das Nações Unidas (ONU) no sábado (14) durante uma breve visita a uma cidade portuária do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que prometeu mais ajuda. 
O furacão de categoria 4 devastou o Haiti em 4 de outubro, matando cerca de mil pessoas e deixando mais de 1,4 milhão precisando de ajuda humanitária, incluindo 175 mil desabrigados.
Lendo esta matéria o que me chamou, mas a atenção foi ler nos comentários pessoas que simplesmente postaram seus relatos de como acabar com essa situação, coisas no mínimo absurdas e para não dizer desumanas sem o menor pudor em expressar, sei La, sua raiva pela criatura humana, diante de um povo desesperado chegar ao ponto de dizer que era para a ONU parar de enviar alimentos para eles morrerem de fome e assim acabar com o problema, com certeza quem faz esse tipo de comentário, não passa ou nunca passou por uma situação de fome ou de tragédia, fico aqui imaginando como deve ser a vida deste individuo e tentando fazer uma análise do perfil do cidadão, sem entrar em detalhes, no mínimo alguém que se odeia e certamente vive simplesmente por viver, está tão egoisticamente fechado dentro de si mesmo que não consegue ver no desespero do seu semelhante uma ponta de dor uma total ausência de amor, ficar na sua zona de conforto e não se importar e bem mais cômodo.
Não fazer o bem já é por si só um erro, poder fazer o bem e não fazer é pior, o espiritismo e qualquer outra religião nos passa quando verdadeiramente comprometida com o evangelho de Jesus, devemos amar nosso próximo como a nos mesmo, e se não podemos ajudar fisicamente, ajudamos com preces e orações sempre olhando para o semelhante e perguntando: se fosse comigo? 
O egoísmo e o orgulho é a maior chaga da humanidade, combatê-los só depende de nos, fazendo uma reforma intima e tendo em mente que até mesmo um pensamento ou um expressar de opinião pode acarretar danos futuros que serão cobrados no momento oportuno... Pensemos nisso.
Muita paz a todos.