INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Marcos Valério / À Luz do Espiritismo - Moradores destroem casa de mulher que matou a filha de 2 anos em MG

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, o espiritismo é a minha verdade, algo que escolhi como filosofia, a razão e a emoção caminhando lado a lado e tendo a ciência e a religião como fundamentos em seu tríplice aspecto: ciência, filosofia e religião.
Eu sou Marcos Valério, 52 anos, casado, nascido em Pernambuco, ensino médio (incompleto) e profissional da construção civil (pedreiro).
ESTAREMOS JUNTOS A PARTIR DE AGORA AQUI NA COLUNA “À LUZ DO ESPIRITISMO”.
Eu como trabalhador da Doutrina dos Espíritos quero através desta coluna levar até vocês uma análise dos fatos do nosso dia a dia, mas sempre à luz da Doutrina dos Espíritos.


Moradores destroem casa de mulher que matou a filha de 2 anos em MG
Multidão derrubou muros e depredou residência durante a noite em Lavras.
Mãe disse à polícia que matou porque só podia ver a menina aos domingos.

Moradores revoltados destruíram na noite desta segunda-feira (14) a casa onde morava a mulher que matou a filha de 2 anos esfaqueada em Lavras (MG), na noite de domingo (13). A criança foi degolada pela mãe. Conforme a polícia, o motivo do crime foi uma desavença da mãe, que só podia ver a filha aos domingos, com o pai da criança.
A noticia por si só já causa um desconforto, afinal quando se pensa em ser mãe, vem logo a mente sinônimo de amor, proteção e carinho, deveria ser assim, mas, infelizmente nem sempre, encarnamos e desencarnamos por várias existência sempre no intuito de se melhorar moralmente e crescer espiritualmente, porém, sabemos também, que é no seio da família que muitas das vezes nos é dado a oportunidade se se reparar o dano causado ao outro anteriormente, só que, quando pedimos para encarnar junto aquele desafeto para efeito de auto burilamento e crescimento , nos é dado o “véu do esquecimento” para justamente não lembrar de quem já fomos e o que praticamos, temos que aprender a amar e muitas as vezes aqueles que nos são confiados como filhos foram, talvez, nossos algozes e sempre quando ainda não expurgamos todo aquele sentimento de raiva, rancor, ódio e vingança, volta a tona e cometemos atos ainda dos tempos das barbáries, o espiritismo nos dá uma pincelada sobre estes casos, prova para um, expiação para o outro, neste caso ouve a falha materna, o ciclo não foi desfeito.
Na outra ponta da matéria esta o fato da atitude das pessoas em quebrar tudo, destruir, como se isso fosse resultar em algo que pudesse amenizar alguma coisa, ledo engano só faz crescer ainda mais o sentimento de raiva e ódio, destruir não trás de volta o pequeno ser que se foi e mais uma vez a doutrina dos espíritos nos dá as ferramentas necessária para tentar compreender esses atos praticados, fomos criados simples e ignorantes, e muita das vezes fico pensando o quanto ainda a humanidade é ignorante no fato de não prestar a atenção quando se pratica determinados atos contra seu semelhante e esquece que tudo se resultará numa conta que terá que ser paga, lei universal, ação e reação, causa e efeito, Allan Kardec em sua frase nos diz: “Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei".

Que possamos emanar energias positivas e jamais compactuar com essas atitudes, não devemos ser críticos tão pouco julgadores, não nos cabe fazer juízo para um ou outro, devemos sim, elevar nossos pensamentos ao mais alto e rogar por sua misericórdia e assim estamos ajudando há melhorar um pouco mais a nossa esfera mental trabalhando em prol do verdadeiro mandamento de Jesus, lei universal, amar nosso próximo como a nos mesmo.
Muita paz para todos.