INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Telas de Oséias Casanova podem ser vistas até 9 de dezembro na Biblioteca Leonel Brizola

Foi bastante concorrida na noite desta segunda-feira (21/11) na Biblioteca Governador Leonel Brizola, em Duque de Caxias, a abertura da exposição “Perspective-se”, do artista plástico Oséias Casanova. Com entrada franca, os 15 trabalhos do artista poderão ser vistos até 9 de dezembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A abertura da exposição contou com a presença do secretário de Cultura e Turismo do município, André Oliveira, de artistas e amigos do expositor que foi o autor do monumento à bíblia, inaugurado em julho na Praça do Gramacho, na Avenida Governador Leonel Brizola (antiga Presidente Kennedy). A exposição homenageia também o Dia da Consciência Negra lembrado no dia 20.
O artista plástico Oséias Casanova com o secretário de Cultura André Oliveira na abertura da exposição
O projeto do artista Oséias Casanova que começou a trabalhar como escultor em madeira há 20 anos após um acidente que afetou os movimentos da mão direita, pretende repassar informações históricas importantes sobre o contexto da época de cada personagem e suas conquistas.
Estão em exposição pinturas em óleo e acrílico sobre tela e, entre seus personagens retratados estão Solano Trindade, Martin Luther King, Jesse Owens, Machado de Assis, Rosa Parkes, Nelson Mandela, Luiz Gama, Luiza Mahin, Bob Marley, Juliano Moreira, Ernesto Carneiro Ribeiro, Manuel Querino, José do Patrocínio, Aizita Nascimento, Luiz Carlos Gá e Léa Garcia.
As telas de Oséias Casanova ficam em exposição até 9 de dezembro
Duas telas de Oséias Casanova foram selecionadas para exposição da Aliança Francesa de Niterói, no Instituto Cultural Germânico – onde uma delas conquistou o primeiro lugar no 4º Salão de Artes de Niterói. Sua primeira exposição de artes foi na Universidade de Nova Iguaçu e a partir daí não parou mais. Seu trabalho se divide entre pintura, desenho e escultura, com premiação nas três áreas.
O artista também é membro do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos do Negro - COMDEDINE e recebeu a medalha Zumbi dos Palmares em 2014, por valorizar em seus trabalhos a beleza, a história e a cultura do povo brasileiro e do negro. A Biblioteca Leonel Brizola fica na Praça do Pacificador, no Centro.