INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Ensino público de Duque de Caxias adota programa digital inédito para alertar alunos sobre os perigos da internet

A Educação Municipal de Duque de Caxias deu um importante e inédito passo rumo ao avanço do ensino público digital. Com a proposta de alertar e informar a nova geração dentro da sala de aula sobre os perigos e novidades da internet, a Divisão da Informática Educativa, da Secretaria Municipal de Educação lançou, recentemente, o Projeto Movimento SIEDUCA em Ação – Internet Segura.
De acordo com a chefe da Divisão de Informática Educativa, Natália Xavier, foi elaborado um cronograma com sugestões de temas, materiais e atividades a serem desenvolvidos nas 96 escolas que atuam com a informática educativa.
“Pensamos em trazer para dentro da escola, por meio da tecnologia, além dos conteúdos curriculares, assuntos relevantes, atuais e, principalmente, polêmicos, que visam alertar, prevenir e preparar nossos alunos para a vida cotidiana e torná-los cidadãos conscientes. 

Os professores ainda têm a autonomia de escolhert o tema e a dinâmica que irão trabalhar. O importante é atingirmos nosso objetivo ”, explicou Natália Xavier.
O sucesso do Movimento SIEDUCA em Ação – Internet Segura já pôde ser conferido na Escola Municipal Jair Alves de Freitas, na Prainha. A professora Aurora Freitas está desenvolvendo nas suas aulas de informática o tema Cyberbullying: Respeito é Bom e a Gente Gosta!, destinado a todos os alunos da unidade, que conta com cerca de 700 crianças, do 1º ao 5º ano, incluindo a classe especial.
A educadora apresentou o curta-brasileiro "A Peste de Janice", de 15 minutos, que faz com que as crianças identifiquem atitudes que possam ser consideradas bullying virtual e suas consequências.
“Aprendi que não devemos xingar o amiguinho e quando alguém fizer isso conosco ou com o outro devemos avisar aos nossos responsáveis. O bulllying pode até dar cadeia”, alertou o aluno do 5º ano, João Gabriel Lemos, de 12 anos, ao final da aula.
Já a aluna Josiane Sampaio Costa, de 10 anos, foi bem direta. “Ninguém pode me “zoar” e devemos respeitar os professores”.
Feliz com o resultado e a interação dos alunos, Aurora escolheu uma dinâmica que faz com que eles pensem. “Esse projeto é muito importante, pois leva as crianças a fazerem uma reflexão sobre o tema. O filme, por exemplo, não tem final justamente para que os alunos possam interagir e apresentar o desfecho. É exatamente isso que queremos".
A diretora da unidade, Dulcilene Garrido, também era só alegria com o resultado:
“Esse trabalho conscientiza nossos alunos para o dia a dia e em casa. Eles mudam o comportamento consideravelmente para melhor”.

Seguem outros temas a serem desenvolvidos.
28/07 a 01/08 – Pedofilia: assédio é crime
25/09 a 29/09 – Netiquetas: tornando a INTERNET mais agradável
23/10 a 27/10 – Segurança na Internet: todo cuidado é pouco!
27/11 a 01/12 – Os diferentes usos da Internet na vida cotidiana.

Fotos/Divulgação: Bento Gabriel 
Mais informações: Mariléa Lopes - 99728-1185
(Assessora de Imprensa)