INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 29 de julho de 2014

Festival reúne produção independente em Duque de Caxias

Favela 247 – Segue até a próxima quarta-feira (dia 30) o Festival Curta Caxias – promovido pelo cineclube Mate com Angu –, que procura apresentar a produção independente de audiovisual e das artes em geral. A ideia é dialogar com diversos espaços culturais da cidade de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. “Para fazer cultura tem que se fazer em rede. Queremos fazer o Mate com Angu presente na cena da cidade e do Rio de Janeiro. Pra isso, sempre precisamos nos movimentar, em amplos sentidos”, explica Tadeu Lima, integrante do cineclube, em matéria do site da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro. “Buscamos um recorte mais atual da produção audiovisual da Baixada Fluminense. Aliás, um problema ótimo de se ter ultimamente é ter que selecionar filmes para exibir… Sinal de que a quantidade de filmes da região tem aumentado significativamente”, avalia Lima. Hoje (dia 28) será dia de sessões relâmpagos em pontos do centro da cidade e amanhã (dia 29) acontece uma sessão especial no Teatro Raul Cortez, com a exibição do longa-metragem Amuleto de Ogum, de Nelson Pereira dos Santos, em comemoração aos 40 anos de produção do filme, que foi integralmente rodado na cidade de Duque de Caxias. No encerramento, na quarta (dia 28), haverá a festa Junkie Session, com show da banda Bambino e os Asteróides, na Sociedade Musical e Artística Lira de Ouro. O cineclube Mate com Angu está completando 12 anos em 2014 e promove sessões gratuitas de cinema sempre na última quarta-feira do mês, na Lira de Ouro.
 Fotos: Reprodução / Carola Oliveira:
Por Renata Saavedra, para o cultura.rj
Mais que uma festa de aniversário
Cineclube Mate com Angu comemora 12 anos com festival itinerante em Duque de Caxias
São 12 anos de cinema, ativismo e “se-virismo” na Baixada. Completando mais um aniversário, o Mate com Angu promove a partir deste sábado o Festival Curta Caxias, que acontece até o dia 30. Por maior que seja a Sociedade Artística e Musical Lira de Ouro, espaço onde acontecem as sessões regulares do Mate e que guarda grande parte de sua história, a comemoração não coube só ali. O Curta Caxias vai ocupar a cidade toda com filmes, shows, festa e exposição.
A ideia é dialogar com diversos espaços culturais da cidade, apresentando a produção independente de parceiros artísticos da região. “Para fazer cultura tem que se fazer em rede. A Lira de Ouro é um importante ponto de encontro em Duque de Caxias, mas não pode ser o único. Pensamos em potencializar e aproveitar outros espaços da Cidade - e ainda é pouco. Queremos fazer o Mate com Angu presente na cena da cidade e do Rio de Janeiro. Pra isso, sempre precisamos nos movimentar, em amplos sentidos”, explica Tadeu Lima, integrante do cineclube.
A abertura acontece no sábado, dia 26/07, no Bar Republika, em Jardim Primavera, com uma sessão de filmes realizados na região, a sessão “Panorama Baixada”.  Tem Praça do Skate – A Primeira Pista da América Latina, de Paulo China; Prum Santo, de Gordack Baixadiano, os videoclipes Baixada, de Cacau Amaral (para a música da Slow Dadf) e Baixada em Cena, de Marcão Baixada, e outros. A trilha sonora da noite fica por conta da MPB – “música popular da Baixada” – de Marcelo Peregrino e Galove, da Pirão Discos.
Tadeu conta que seleção de filmes deu trabalho: “Buscamos um recorte mais atual da produção audiovisual da Baixada Fluminense. Aliás, um problema ótimo de se ter ultimamente é ter que selecionar filmes para exibir… Sinal de que a quantidade de filmes da região tem aumentado significativamente”.
No domingo a programação é online: acontece a estreia do novo webprograma do cineclube, o ABC – América do Bem Comum. “É um programa de webtv, com base nas experiências do Buraco Cavernoso e do Pureza Show, que vai receber convidados, com o objetivo de discutir a vida aqui na Terra. E uma ideia de misturar conteúdo atual com intervenções multimídia ao vivo”, explica Tadeu.
Segunda-feira vai ser dia de sessões relâmpagos realizadas em pontos do centro da cidade e na terça acontece uma sessão especial no Teatro Raul Cortez: será exibido o clássico longa-metragem Amuleto de Ogum, do cineasta Nelson Pereira dos Santos, em comemoração aos 40 anos de produção do filme, que foi integralmente rodado na cidade de Duque de Caxias.
O Festival Curta Caxias termina na quarta-feira, dia 30/07, com a tradicional sessão festiva que acontece na Lira de Ouro, com a festa Junkie Session e show da banda Bambino e os Asteróides. Assim o Mate com Angu fecha o aniversário com chave de ouro e entra com o pé direito em mais um ano de muito cinema e trabalho: “Ainda há muitos filmes pra serem vistos e principalmente, muitos filmes para serem feitos. E falta maior apoio, tanto do poder público quanto da iniciativa privada. Tivemos a sorte de ter a ajuda de algumas empresas em momentos pontuais, mas nunca tivemos um patrocínio de verdade. Hoje em dia, vários coletivos optaram por conseguir ajuda junto ao público, por meio das campanhas virtuais. Até então, o público foi nosso maior incentivador. Mas queremos, junto de outros coletivos e quaisquer pessoas incentivadoras da cultura na Baixada, fazer com que a arte e cultura sejam vistas com a devida importância na constituição de nossos cidadãos”.
Confira aqui a programação.