INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Informativo Baixada Champions League (Edição Especial 2017)

Idealizado por André Tavares (China) o Campeonato Baixada Champions League teve sua 1ª edição em 2016, com 16 equipes. 
Na 2ª edição já 2017 foram 24 equipes que disputaram por 4 meses o título tão cobiçado dessa Competição. Devido ao grande sucesso nessa edição, foi criada uma nova competição com o nome de Edição Especial Baixada Champions League, também com mais 24 equipes.
Segundo o Presidente China, o sonho idealizado lá atrás saiu do papel e hoje está no segundo passo: "- Hoje com a Edição Especial do Baixada Champions League, vimos que o projeto estava no caminho certo. Ainda este ano teremos o Baixada Champions League categorias Sub 35. Já para 2018 a 3ª edição, constará nos mesmos moldes com o Sub 15, e mais uma edição especial que acabou virando uma realidade por aqui!"
Entusiasmado com a Competição ele garante que o sucesso desse trabalho se deve principalmente ao comprometimento de todos os envolvidos. "- Nossa Diretoria, as Equipes, as Comissões Técnicas, os jogadores, os torcedores, as famílias, todos estão juntos. Para os apaixonados por futebol é maravilhoso acordar cedo no domingo e com sua família prestigiar o campeonato. Ver crianças, pais, mães, avôs e avós nos campos não tem preço".
Terminando sua entrevista ele agradece: "- Obrigado à todos pela confiança, nosso trabalho é humilde, porém extremamente transparente para que todos possam crescer socialmente em nossa região!
Boa sorte à todos!

Um gato que parece um lobisomem?

Você queria ter a sorte desta lagosta

E se um urso 'atacasse' seu carro? Assista

Prefeito e vice de Duque de Caxias têm diploma cassado pelo TRE-RJ | Rio de Janeiro | G1

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) cassou os diplomas do prefeito e do vice-prefeito de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, em sessão plenária realizada na segunda-feira (21). Washington Reis (PMDB) e Marcos Elias Moreira (PRP) foram condenados por crime ambiental pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Com isso, Reis foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que exige que candidatos não tenham condenação em órgão colegiado.
De acordo com a decisão do TRE, Reis e Moreira só deverão se afastar dos cargos após o trânsito em julgado ou a apreciação de um eventual recurso no tribunal.
A Prefeitura de Duque de Caxias informou, por nota, que o prefeito Washington Reis lamenta profundamente, considera injusta a decisão e que vai recorrer da decisão. Ainda cabem recursos no processo.
Em dezembro de 2016, quando exercia o mandato de deputado federal Reis foi condenado a sete anos e dois meses de prisão em regime semiaberto por crime ambiental, além de pagamento de multa de 67 salários mínimos. Por unanimidade, os cinco ministros do colegiado consideraram irregular a divisão de terrenos vendidos ao deputado para a construção de um loteamento em Xerém, na Baixada Fluminense, no entorno da Reserva do Tinguá.
As obras foram iniciadas em 2003 e incluíram corte de vegetação em encostas e área de preservação permanente e a terraplanagem em beira de rio, desviando o curso da água, de acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal.

sábado, 19 de agosto de 2017

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Desafio: chegue ao fim deste Moment sem sorrir

Educação e Saúde de Duque de Caxias adotam força-tarefa para minimizar impactos da violência

Duque de Caxias acaba de dar um importante passo. A secretária de Educação, Marise Ribeiro, e o secretário de Saúde, José Carlos de Oliveira, em conjunto com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), assinaram um Termo de Acordo para a implementação do programa Acesso Mais Seguro para Serviços Públicos Essenciais, que prevê a redução e prevenção dos impactos da violência, nas escolas e unidades de saúde, localizadas em áreas vulneráveis. Oacordo é válido por dois anos, e pode ser prorrogado por igual período e não prevê aplicação de recursos financeiros entre as partes.
“Infelizmente essa situação é real e temos que aprender a lidar com ela. Portanto, é preciso unir forças: a saúde por lidar com a vida e nós por formarmos. Com estratégias inteligentes a gente conseguirá minimizar os impactos causados pela violência. A educação estará sempre de portas abertas para receber importantes ações como essa”, destacou a secretária de Educação, Prof. Marise Ribeiro.
O secretário de Saúde, José Carlos de Oliveira, por sua vez, está confiante no sucesso da parceria. “Buscamos a excelência do trabalho do Comitê Internacional da Cruz Vermelha e por meio do Programa Acesso Mais Seguro pretendemos levar um pouco mais de tranquilidade aos que trabalham e acessam os territórios mais vulneráveis à violência urbana. Nossa preocupação é com os nossos profissionais e os usuários dos nossos serviços”, acrescentou.
Criado em 2009 pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha, o Acesso Mais Seguro para Serviços Públicos Essenciais treina funcionários da educação e saúde para que orientem e sejam multiplicadores das ações e sobre como agir em situações de violência armada, crises, stress ou confrontos.
“Com a adoção desse programa já obtivemos resultados significativos. Os profissionais passam a adotar medidas de autoproteção e protocolos de segurança para casos de emergência. Eles adquirem maior confiança para atuar em seu ambiente de trabalho. O programa também contribui para reduzir o impacto da violência na população e no patrimônio”, explicou a representante do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, Ana Cristina Monteiro.
“Estaremos trabalhando as consequências e não as causas, que precisam de um trabalho integrado de diversos segmentos das autoridades e da sociedade”, acrescentou a assessora do Departamento de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde, Lívia Schunk.
De acordo com a subsecretária de Ensino, Cláudia Viana, já foram escolhidas 30 escolas da rede, classificadas em situação de risco, para serem contempladas pelo programa. “Nós avaliamos as vulnerabilidades e condições de segurança dos funcionários e escolas, além da definição de ações e estratégias específicas para implementar a metodologia”, informou a subsecretária.
Fotos/Divulgação: Gabriel Bento - Mais informações: Mariléa Lopes / 99728-1185

A incrível batalha entre uma tartaruga e uma água-viva

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Este é único problema que você vai querer ter na vida

Nilópolis / 70 anos de emancipação político-administrativa / 21/08

O município de Nilópolis completará 70 anos de emancipação político-administrativa, no próximo dia 21 de agosto. E o prefeito de Nilópolis, Farid Abrão preparou uma programação especial com muita festa para os moradores.
“A programação incentiva o uso dos espaços urbanos da cidade estruturados para o lazer e a diversão em família”, diz Farid.
Os eventos, como por exemplo, o passeio de bicicleta, quer estimular os nilopolitanos à prática de atividade físico-esportiva, além de trabalhar a questão da saúde como condicionamento físico e mental. 
Haverá ainda sorteio de brindes e diversas atividades ecumênicas e de cidadania.

Programação do Aniversário de 70 Anos de Nilópolis
19/8 – 19h – Culto em comemoração ao Aniversário da Cidade, na Igreja Cristã Comunhão em Família, na Rua Elizeu de Alvarenga nº 1022, Centro;

20/8 – 7h - 1º Passeio Ciclístico no Gericinó, no Parque Natural do Gericinó
​;
 
 9h – Ação Social no Bairro Cabuís, na Rua Antônio Pereira em frente à Escola Municipal José D’Alessandro
​;
 11h Futebol Master do Bangu X Master de Nilópolis, na Vila Olímpica de Nilópolis;

21/8 – 6h – Alvorada e Salva de 21 Tiros; 
7h – Hasteamento da Bandeira na sede da Prefeitura;
8h – Desfile Cívico na Av. Mirandela;
19h – Missa em Comemoração ao Aniversário da Cidade, Igreja de São Sebastião, na Rua Getúlio Vargas nº 535, em Olinda;

27/8 – 7h - Corrida em Comemoração ao Aniversário de 70 Anos, no Parque Natural do Gericinó.

Por que estão aparecendo cachorros vira-lata azuis em Mumbai, na Índia?

Duque de Caxias vacina cães e gatos contra a raiva neste sábado (19)

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Labrador salva de afogamento menina que tinha fobia de cães

Esse doguinho conseguiu subir a escada pela primeira vez

As incríveis imagens do raríssimo alce branco



Câmera de segurança filma carteiro com doguinhos e..

Cultivo de rins humanos em porcos para transplante já é possível

Como a Estação Espacial Internacional ajudará a proteger as tartarugas gigantes de Galápagos

 

Agora é lei / Novas regras facilitam operações policiais contra pedofilia

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Conheça a menor (e mais fofa) raposinha do mundo

Urso 'invade' casa para um banho de piscina; assista

Essa cadelinha ganhou um chá de bebê

No fundo todos temem o povo / Huayrãn Ribeiro

O Coelhinho do Campinarte tem ouvido relatos de moradores, comerciantes, pessoas sérias, honestas, trabalhadoras, que moram no Terceiro Distrito de Duque de Caxias que são pra lá de preocupantes.
São relatos de ações de extrema violência praticadas por organizações criminosas que aos poucos foram se apossando de vários bairros impondo suas “leis”.
E... Falando em leis, a mais observada é a lei do Silêncio imposta pelo tráfico ou pelas milícias as comunidades cuja punição é a Pena de Morte (com requintes de crueldade).
Essa preocupação em dominar um território é porque no fundo a única coisa que eles temem (tanto o tráfico como a milícia) é uma ação popular, no fundo todos temem o povo, por isso eles se apressam em identificar e eliminar qualquer um que seja contra essa bandalheira porque eles sabem muito bem que se o povo quiser, também, se organizar, acaba de vez com esse estado de coisas.
As autoridades (como sempre omissas) a tudo assistem, mas nenhuma providência, efetivamente, é tomada.

A população vira refém desses malfeitores que as encarceram em suas próprias casas.
A coisa toda é feita de maneira muito bem pensada a partir do momento, por exemplo, que comunidades inteiras são usadas como escudos humanos contra as famosas incursões da polícia ou tentativa de invasão de qualquer facção rival.
Todos os dias os noticiários dos jornais dão conta de balas perdidas achadas nas cabeças de nossas crianças, escolas fechadas, transporte coletivo sendo incendiado, etc.

Não podemos deixar de apontar um dos principais responsáveis por essa situação: os usuários e drogas!

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

'Olá, jovem. Eu sou um besouro!'

Educação de Duque de Caxias lança Grêmio Estudantil para dar voz aos alunos

Em Duque de Caxias, os alunos agora terão vez e voz nas nossas escolas municipais. Isto porque, a Secretaria de Educação lançou, esta semana, o Projeto Fique de Olho, que tem a proposta de implementar o Grêmio Estudantil na rede, de acordo com o Plano Nacional de Educação.
Entusiasmados com a novidade, os alunos, ainda, participaram de uma visita guiada, organizada pela Subsecretaria de Planejamento e Projetos Educacionais, para conhecer a estrutura e o funcionamento da sede da SME.
"Tudo o que a gente faz aqui é para vocês. Por isso, é importante que todos conheçam como funciona o órgão gestor das suas escolas. O Grêmio Estudantil é fundamental, pois os alunos terão o direito de se expressar e dizer, por exemplo, o que gostariam que mudasse ou melhorasse na sua escola. Para tanto, é necessário que vocês se organizem e que tenham respeito e aceitabilidade ao próximo, sem transpor o limite da ética", enfatizou a secretária de Educação, Profª Marise Ribeiro.
De acordo com a subsecretária de Planejamento e Projetos Educacionais, Denise Klain, com o Grêmio Estudantil os alunos poderão apresentar suas ideias e propostas e, assim, contribuir com uma gestão democrática. "Estamos ampliando a participação dos estudantes nas atividades das escolas. Isso é progresso, é uma gestão participativa que vai gerar resultados promissores".
Durante o encontro, a chefe da Divisão de Projetos Especiais (DIPE), Ana Cristina, realizou uma dinâmica com os alunos com tarefas pedagógicas e de conscientização, priorizando a questão da ética e do respeito ao próximo.

Fotos/Divulgação:
Gabriel Bento
Mais informações:
Mariléa Lopes - 99728-1185




Concurso de desenhos com temática do lixo premiará crianças de Duque de Caxias

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense



























Duque de Caxias ganha polo gastronômico
Solidário Notícias (Blogue) 3 de ago de 2017