INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sábado, 14 de junho de 2014

Campinarte Huayrãn Ribeiro / VOTO FACULTATIVO JÁ!!!

Só existe uma maneira de acelerar o desenvolvimento social no país: VOTO FACULTATIVO JÁ!
Só existe uma maneira de garantir ao cidadão todos os seus direitos sociais: VOTO FACULTATIVO JÁ!
São direitos sociais: a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados bem como, entre outros, ainda, a seguridade social, a cultura, o esporte e o meio ambiente. Isso só será possível com uma democracia ampla, geral e irrestrita. Através do voto obrigatório nada disso é garantido ao cidadão. Os políticos falam tanto em mudança, mas por que será que mudam de conversa quando alguém propõe o voto facultativo? Seria porque o voto facultativo os obrigaria a trabalhar? Mostrar serviço? Serem honrados? Serem dignos? Honestos? Éticos? Com a obrigatoriedade do voto eles se sentem desobrigados a tudo isso. Esta é razão do atraso social nesse país. O voto obrigatório é a garantia desse sistema corrupto, imoral, indecente e gerador de tanta violência contra o cidadão.
Não posso conceber uma Democracia Ampla, Geral e Irrestrita com o voto sendo obrigatório. O que diz a lei?
“O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos. São, porém, facultativos para os analfabetos, os maiores de 70 anos, bem como para os maiores de 16 e menores de 18 anos (art. 14,§ 1.º, da CF­)”.
O que é passado para o cidadão é que ele tem o direito a votar, certo? Na prática (por lei) o cidadão é obrigado a votar. Isso não é democracia. Numa democracia plena o cidadão tem o direito de votar ou não votar. Ter direito a ser obrigado a votar não é direito não é democracia.
Com certeza voltarei a tocar neste assunto. Por hora eu só peço que o leitor reflita: VOTO FACULTATIVO JÁ!
Quando cada cidadão tiver a consciência de que este atraso é proposital. Que este atraso é intencional. Que tudo é feito de acordo com as conveniências daqueles que são eleitos e nada para o povo, ou melhor, para o povo as melhorias vêm na base do conta-gotas; quando cada cidadão entender que esse esquema tem como base esse sistema eleitoral que é uma farsa, porque essa democracia é uma farsa, aí ouviremos numa só voz: VOTO FACULTATIVO JÁ!