INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

Edição de Dezembro - 2017

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sábado, 22 de setembro de 2012

22 de Setembro - Dia do Amante


No Aurélio, encontramos o significado da palavra amante , como aquele que ama
Historicamente falando a traição sempre existiu , embora considerada moralmente errado em diversas sociedades , ela persistia talvez por causa de uma propensão inata para o comportamento polígamo dos seres humanos.
Entre os antigos hebreus uma mulher tinha de ser virgem, na noite de seu casamento e depois permanecer fiel para sempre a seu leito conjugal porém , aos homens era permitido o acesso sexual a prostitutas , concubinas , viuvas e criadas domesticas.
Só lhes era interditado o relacionamento sexual com mulheres casadas pois, Deus dizia : Não cobiçaras a mulher do próximo.
Sem dúvida , esta foi a razão pela qual a proibição divina do adultério foi incluída nos 10 mandamentos , a tendência inata dos homens para a infidelidade.
Xeiques árabes possuem haréns com diversas mulheres , o velho testamento contém inúmeros exemplos de comportamento polígamo (Abraão , Isaác , Jacó , Daví e Salomão )
De um modo legal quando um homem se casa com varias mulheres ele não pode mais ser considerado um adúltero portanto , a poligamia é uma discriminação contra o adultério.
Pesquisas mostram um índice maior de gravidez na relação de uma mulher com seu amante do que com seu marido , a explicação para este fato reside no prazer maior desfrutado durante o sexo proibido o que provocaria mais contrações uterinas facilitando a penetração dos espermatozoides para dentro da cavidade uterina .
Dizem que um (a ) bom (a ) amante é capaz de salvar um casamento que não tem mais sabor , pois é capaz de anestesiar a crise , melhorando um pouco à tensão no lar.
Devemos distinguir adultério , que tem mais a ver com lei e religião da infidelidade que é mais ligada a quebra da monogamia.
O sexo entre os seres humanos racionais deixou de ser puramente reprodutivo significando hoje em dia domínio, submissão , poder, aceitação , profissão e até mesmo amor.
Podemos mesmo admitir a gravidez como um acidente do exercício da sexualidade.
Monogamia é uma opção , não existe pacto para fidelidade (?) . Muito interessante é o adultério emocional, que envolve um sério relacionamento emocional com uma terceira pessoa que se encontra fora do casamento, sem praticar ato físico.
O comportamento poderoso do hormônio testosterona faz com que o homem procure uma mulher para alívio de sua tensão sexual.
Com efeito , a tendência dos homens a masturbar-se com muito mais frequência do que as mulheres mostra que o impulso sexual masculino é mais intenso.
Os homens tendem a excitar-se sexualmente com mais rapidez do que as mulheres , porém as mulheres quando excitadas tem condição de sustentar esta excitação muito mais tempo que os homens.
Esta impulsividade dos homens faz com que haja uma probabilidade maior de adultério por parte destes.
Em geral as mulheres buscam amor e apoio já os homens buscam uma frequência e uma variedade maior de parceiras.
Porém em todas as épocas a sociedade sempre castigou as mulheres e eximiu os homens de penalidades , sendo inclusive considerado sinal de virilidade possuir muitas mulheres.
Entre as mulheres ,tem-se noticias de que no século XVII prescrevia-se sangrias para cura de excitação , e que entre algumas tribos da África a penalidade para a traição feminina seria a morte ou a retirada do clitóris.
Entre os esquimós emprestar a esposa é sinal de hospitalidade,
Na Índia uma esposa infiel não tinha o direito de permanecer viva, os hindus tinham a permissão de matar sua esposa adultera , na China e no Japão a esposa deveria cometer o suicídio
Sternberg psicólogo norte americano , explica todo relacionamento entre um par como um triangulo , nomeando os vértices como amor, sexo e objetivos.
No início de um relacionamento o que mais rola é sexo, depois entra o amor e por último os objetivos.
Porém sexo é um tipo de relacionamento importante e equilibrado em que as trocas precisam ser exatamente iguais , ou seja o par precisa sentir-se querido e amado em igual intensidade.
O problema é que temos libido diferente uns dos outros ,e se as recusas forem constantes , a auto estima do outro vai lá em baixo
É mais fácil trocar de parceiro que terminar com o sonho do amor ideal que existe dentro de todos nós . Nas crises , ou quando a paixão diminui devemos sempre através do dialogo franco rebuscar o amor , pois é a única maneira do casal iniciar um novo ciclo de convivência.
Magoas ou Fingimentos não levam a nenhum crescimento , podendo mesmo ocorrer o rompimento de uma relação ou a infidelidade , pois a incompreensão mútua diminui a auto estima e o desejo sexual.
Um procedimento muito simples pode ajudar você a superar suas crises conjugais: Nunca vá dormir zangado com seu par, você terá pesadelo.
Fonte: www.amaurysexologo.med.br