INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

segunda-feira, 18 de março de 2013

Duque de Caxias, RJ, tem 60 famílias desalojadas pelas chuvas

Cerca de 60 famílias estão desalojadas no distrito de Xerém e no bairro de Santa Cruz da Serra, em Duque de Caxias, cidade da Baixada Fluminense, conforme a Prefeitura de Duque de Caxias informou à Globo News, por volta das 11h desta segunda-feira (18). Não há notícia de vítimas nem de desabrigados (pessoas que perdem definitivamente suas casas).
As famílias desalojadas moram em cerca de 60 casas que ficaram ilhadas devido às chuvas fortes que caíram na noite de domingo (17) e na madrugada de segunda-feira, causando transtornos e alagamentos no Estado do Rio de Janeiro, principalmente na Região Metropolitana e na Região Serrana.
Na chegada a Xerém, era possível ver muitas casas ilhadas, conforme mostrou o Bom Dia Rio desta segunda-feira (18). Segundo o prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, desde janeiro havia de 150 a 160 casas em áreas de risco, das quais de 80 a 90 foram esvaziadas mas ainda faltam cerca de 60 ocupados, que, de acordo com ele, a prefeitura pretende esvaziar até o fim desta semana.
A área rural do distrito foi a mais atingida pelas chuvas nesta madrugada. O Rio Saracuruna, também em Duque de Caxias, que transbordou em janeiro, estava cheio nesta segunda por volta de 7h. O Rio Capivari, cuja transbordamento em janeiro causou três mortes, também estava com o nível de água alto.
A Defesa Civil montou dois postos de apoio em Xerém: na Praça da Mantiqueira  e na Rua Herculano.
Em Santa Cruz da Serra foram montados dois pontos de apoio: um na Igreja Assembleia de Deus, na Rua Paranaguá, 19, e o outro na Igreja Católica Nossa Senhora da Conceição.