INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS
O Campinarte é independente. Não recebe subvenção de nenhuma prefeitura, governo de estado e muito menos do governo federal. Não somos uma organização não governamental, fundação, associação ou centro cultural e também não somos financiados por nenhum partido político ou denominação religiosa. Não somos financiados pelo tráfico de drogas ou milicianos. Campinarte Dicas e Fatos, informação e análise das realidades e aspirações comunitárias. Fundado em 27 de setembro de 1996 por Huayrãn Ribeiro.

Pesquisar este blog

VOCÊ É O VISITANTE

Translate

Edição de Junlo / 2018

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Leia Também

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Chuva provoca cheia na Baixada Fluminense e região serrana

Rio de Janeiro - O município de Petrópolis, na região serrana do Rio, permanece em estado de atenção hoje (25) devido às chuvas que atingiram o município ontem. 
O Rio Quitandinha, que corta a cidade, desencadeou o alerta, por causa do risco de cheia, mas nenhuma ocorrência foi registrada. A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia é que a chuva continue com menor intensidade. 
No próximo fim de semana, a Prefeitura de Petrópolis vai capacitar 30 agentes comunitários para atuar em um Núcleo Comunitário de Defesa Civil. Os participantes aprenderão a agir na prevenção de desastres causados pelas chuvas. 
O governo municipal criará novos núcleos neste ano e capacitar 1,5 mil pessoas. 
A medida é para preparar a cidade para as chuvas de verão. O município de Teresópolis, também na região serrana, participa do projeto e conta, atualmente, com 22 núcleos. 
Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, a defesa civil informou que o nível dos rios exige atenção. Na segunda quinzena de outubro terá início a instalação de 18 sistemas de alerta e alarme comunitário para chuvas e inundações. 
O secretário municipal de Defesa Civil, Marcello Silva da Costa, disse que o sistema será testado no próximo verão. 
"Serão 18 estações de sirenes e cinco pluviométricas. As estações vão começar a ser instaladas na segunda semana de outubro. Na primeira quinzena de novembro serão submetidas a testes. Deverão estar prontas para o serviço no período crítico de chuva, que é no verão", disse o secretário.