INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS
O Campinarte é independente. Não recebe subvenção de nenhuma prefeitura, governo de estado e muito menos do governo federal. Não somos uma organização não governamental, fundação, associação ou centro cultural e também não somos financiados por nenhum partido político ou denominação religiosa. Não somos financiados pelo tráfico de drogas ou milicianos. Campinarte Dicas e Fatos, informação e análise das realidades e aspirações comunitárias. Fundado em 27 de setembro de 1996 por Huayrãn Ribeiro.

Pesquisar este blog

VOCÊ É O VISITANTE

Translate

Edição de Maio / 2018

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Google+ Followers

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Bancada do Rio foi a campeã de faltas na votação que cassou Eduardo Cunha | Boa Informação

A maioria dos deputados que faltou à sessão que determinou a cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é da bancada do Rio. Ao todo, sete dos 42 faltosos são do estado, que elegeu Cunha com 232 mil votos em 2014: Cristiane Brasil (PTB), Felipe Bornier (PROS), Fernando Jordão (PMDB), Luiz Carlos Ramos (PTN), Marcos Soares (DEM), Soraya Santos e Washington Reis (PMDB).
O EXTRA entrou em contato com eles para saber o motivo das ausências. Por intermédio de suas assessorias, três dos deputados afirmaram que faltaram à sessão para fazerem campanha pelo estado. Todos os candidatos à prefeito do Rio com mandato na Câmara — Pedro Paulo (PMDB), Jandira Feghali (PCdoB) e Alessandro Molon (Rede) — foram a Brasília.
Candidato à Prefeitura de Duque de Caxias, Washington Reis preferiu investir seu tempo em comícios e caminhadas em sua cidade. Único membro do estado no Conselho de Ética da Câmara, ele já tinha sido contrário à cassação do mandado de Cunha. Na época, disse que achava muito “chato julgar um colega”. Desta vez, não quis comentar a ausência.