INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

Edição de Dezembro - 2017

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Funcionário da Petrobras morre após cair em tanque interditado, diz Sindicato | Brasil | Notícias | VEJA.com

O Sindicato dos Pretroleiros de Duque de Caxias (Sindipetro-Caxias) informou, neste domingo, a morte de um funcionário da Reduc, refinaria da Petrobras localizada no município de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Segundo o diretor do sindicato Pedro Rodrigues Hamude, o corpo de Luiz Cabral ainda está sendo procurado. Hamude não soube informar a idade da vítima, mas estima que o petroleiro tivesse pouco mais de 50 anos.
A suspeita é de que Cabral tenha caído em um dos tanques da refinaria, durante um procedimento de medição. "Em 2014, o Ministério do Trabalho interditou alguns desses tanques devido à corrosão acentuada na escada de acesso e no teto. Além disso, é antigo o problema da falta de iluminação adequada, pontilhão para o acesso, corrimão e guarda-corpo", informou o sindicato, em texto. De acordo com Hamude, no tanque estava armazenado um produto com mais de 70 graus Celsius.
Segundo Hamude, o tanque, onde ocorreu o acidente, está sendo esvaziado, na busca pelo corpo do funcionário. "O teto está quebrado e há marcas suficientes para comprovar a queda", disse ele. O sindicalista afirmou que o tanque onde o petroleiro deve ter caído é um dos interditados pelo Ministério do Trabalho, ordem que, de acordo com o sindicato, foi ignorada pela empresa.
Publicidade
(Com Estadão Conteúdo)