INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

Edição de Dezembro - 2017

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

RIO-CARNIVAL.net GRANDE RIO | Samba Enredo | Ensaios Técnicos | Info Geral | História

Acadêmicos do Grande Rio

Enredo: "FUI NO ITORORÓ BEBER ÁGUA, NÃO ACHEI. MAS ACHEI A BELA SANTOS, E POR ELA ME APAIXONEI…"

Grande Rio Escola de Samba Bandeira
clique na imagem para ouvir o samba
Autores: Márcio das Camisas, Mariano Araújo, Competência, Kaká e Dinho
Intérprete: Emerson Dias

Samba Enredo 2016

NESSE MAR DE ALEGRIA, QUERO VÊ ME SEGURAR
A GRANDE RIO MANDOU CHAMAR
VEM PRA CIRANDA IOIÔ... NO ITORORÓ VEM IAIÁ
BEBER NA FONTE QUE ME FAZ APAIXONAR
LINDO CENÁRIO DE AMOR... HISTÓRIAS PRA SE CANTAR
SANTOS... MARAVILHA DE LUGAR (VOU CONTAR)
DE ALÉM-MAR CHEGA O COLONIZADOR
O MERCADO PROSPEROU NO VAI E VEM (VAI E VEM)
O CHEIRO DOCE QUE O VENTO TROUXE... ENCANTA A FAMÍLIA REAL
NOSSA SENHORA... MÃE PODEROSA... LIVRAI ESSA TERRA DO MAL

VEIO GENTE DE TODO LUGAR PRA SOMAR
LIBERDADE, UM GRITO ECOOU ÔÔÔ
NESSA LABUTA TEM AROMA DE CAFÉ
É SABOROSO, TODO MUNDO BOTOU FÉ

PODE EMBARCAR QUE O APITO DO BONDE TOCOU
PODE EMBARCAR QUE O PROGRESSO NÃO PODE PARAR 
VEM MERGULHAR NESSAS ONDAS, SENTIR O PRAZER

ESPORTE É VIDA, LAZER
TÁ NO GRAMADO A PAIXÃO
PEIXE O ORGULHO DA 'VILA'
CELEIRO DO ETERNO CAMPEÃO
Ê! MENINO BOM DE BOLA
NO DESTINO DEU OLÉ (OLÉ... OLÉ)
O ATLETA CONSAGRADO... MAJESTADE É NOSSO REI PELÉ
CAVALHEIRO DA PAZ... MAGIA
NA CORTE TEM NEYMAR... OUSADIA E ALEGRIA


PISA FORTE GRANDE RIO, É PURA EMOÇÃO

SANTOS CONQUISTOU MEU CORAÇÃO
DESEMBARQUEI NO PORTO DA FELICIDADE
QUANTA BELEZA PRA CURTIR NESSA CIDADE

Enredo de 2016

"FUI NO ITORORÓ BEBER ÁGUA, NÃO ACHEI. MAS ACHEI A BELA SANTOS, E POR ELA ME APAIXONEI…"

Sinopse
No girar de uma ciranda, fui com a Grande Rio no Itororó beber água e não achei. No entanto, encontrei na história águas límpidas que jorravam de uma fonte de beleza peculiar. Conta a lenda que “quem bebesse daquela água nunca mais deixaria a cidade”. E assim, durante longo tempo, as águas brotavam do meio da rocha, alimentando um pequeno rio e a fonte que matou a sede, e ainda refrescou o patriarca da independência, príncipes, reis, imperatrizes e imperadores, marcando suas existências para sempre naquele lugar. E, como o rio corre em direção ao mar, navios aportavam num primário porto, marcado pelo vai e vem de “mercadorias de mão” e “mãos de mercadoria”, movimentando a Vila do Açúcar, como era conhecida a região. Nos ventos que cortavam os engenhos de açúcar o aromaatiçava não somente portugueses, que dominavam as terras do lugar: _”…Aproveite minha gente, que essa é a hora_
_Se o galo cantar agora, os corsários e piratas_
_chegam, fazem a limpa e vão embora_
_Oh, Santa Maria, oh Nossa Senhora_
_Pelos altos desses montes, nos guarde nessa hora_
_Sozinhos não ficamos, nem vamos ficar_
_Vem chegando a Família Real para os portos liberar…”
_ Para beber da famosa fonte chegavam imigrantes de todos os cantos do mundo. Surgia, então, um novo ambiente pelos trilhos dos bondes da nova cidade, que passou a tomar gosto pelo aroma “_do café_”, favorecendo a “_bolsa_” do comércio local rodar o mundo. Santos desponta como uma cidade dedicada à prática de esportes e lazer, por esses e outros motivos, tornou-se expoente nacional de qualidade de vida. Seus mares propícios ao surf e ao remo e seus campos “férteis” onde surgiu o “Glorioso Alvinegro”, gerando um celeiro de craques. Astros da bola que alimentaram a maior paixão nacional, o nosso futebol-arte. Despontou, a partir do sucesso nos gramados, o “peixe”, o supercampeão Santos F.C. E quem diria que essas águas um rei batizaria? Quem antes se curvava para lustrar sapatos, hoje tem o mundo curvado aos seus pés. Coroado até pela Rainha como Sir-Cavalheiro, este é o Rei Pelé, Atleta do Século que, como todo rei, deixa legados e herdeiros como os príncipes Neymar e Robinho. Por fim, as águas do Itororó lavam a alma do povo santista, que de seus encantadores pontos turísticos, recebe feliz e satisfeito quem em seu novo porto desembarca de todas as partes do mundo, para conhecer a cidade pela qual me apaixonei…

A História da Grande Rio 
Em seu primeiro carnaval, no ano de 1974, a Grande Rio terminou em 14º lugar no Grupo B, com o enredo "Carnaval: você conhece Haroldo Lobo".
Em 1976, termina em 10º lugar no Grupo B e é rebaixada ao Grupo C , que seria criado a partir do ano seguinte.
Em 1977, com o enredo "Imagens do nordeste místico", retorna ao Grupo B. Em 1982, com o enredo "Apoteose com flores", novo rebaixamento: 12º (último) lugar no Grupo B .
Em 1986, com o enredo "Ui, que medo, crenças e crendices brasileiras através dos tempos" , consegue voltar ao Grupo B.
Em 1988, a Grande Rio fundiu-se à Acadêmicos de Caxias, dando origem à atual Acadêmicos do Grande Rio.