INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

Edição de Dezembro - 2017

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Como opera o preconceito racial

Ter preconceito significa prejulgar. Quem tem preconceito racial está assim condenando outros sem um julgamento. Tal pessoa conclui que todo membro de certa raça automaticamente possui determinados hábitos, características ou atitudes indesejáveis. Alimenta seu preconceito até mesmo diante de fatos que claramente contradizem suas noções. A pessoa pode, por exemplo, acreditar que todos os membros de certo grupo sejam preguiçosos, ou curtos de inteligência. Quando tal pessoa depara com alguém desse grupo que é laborioso, brilhante – ela conclui que aquele individuo tem de ser uma “exceção”. Infelizmente, fica cega para com as qualidades individuais.
O preconceito, porém, não é inato. Observações feitas em todo o mundo mostram que as crianças brincam indiscriminadamente com membros de outros grupos étnicos, e que não se mostram cônscias das óbvias diferenças físicas, ou as aceitam como coisa normal. Os preconceitos são... inteiramente devidos à aprendizagem, e são adquiridos primariamente através da interação com outras pessoas. Os pais, os professores e os colegas parecem cooperar na transmissão de preconceitos raciais. Às vezes, confrontos desagradáveis com membros de outra raça servem para reforçar tal preconceito.
Muitos de nós, por conseguinte, assimilaram, inconscientemente, atitudes e conceitos eivados de preconceitos. E, não raro, é preciso que a pessoa sonde realmente sua alma para que ela honestamente encare seus sentimentos neste respeito. Você talvez tenha amigos de outras raças. Ma será que faz comentários depreciativos, que incluem aspectos raciais, pelas costas dele? Quando conversa com estes amigos, mantém em destaque a questão racial, talvez sempre sublinhando as diferenças raciais, ou soltando piadas de mau gosto, depreciativas? Mesmo quando as piadas parecem amigáveis, elas podem, às vezes, mascarar uma genuína hostilidade. Ademais, sente-se acanhado e desconfortável de ser visto em público com amigos de outra raça? Presume automaticamente que os membros de outra raça possuem certos talentos – ou falhas?





Estala chicote
Estala chicote, português mandou
No lombo do negro, na vida do negro
Nem a dona Chica se admirou
Aí neguim berro!

Não tem mesa na senzala
Não tem sala, não tem ala
Negro cala, negro rala
Português mandou.

Cana, mel, doce bagaço
Correntes nos braços
Se foges te caço
Português mandou.