INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS
O Campinarte é independente. Não recebe subvenção de nenhuma prefeitura, governo de estado e muito menos do governo federal. Não somos uma organização não governamental, fundação, associação ou centro cultural e também não somos financiados por nenhum partido político ou denominação religiosa. Não somos financiados pelo tráfico de drogas ou milicianos. Campinarte Dicas e Fatos, informação e análise das realidades e aspirações comunitárias. Fundado em 27 de setembro de 1996 por Huayrãn Ribeiro.

Pesquisar este blog

VOCÊ É O VISITANTE

Translate

Edição de Junlo / 2018

CAMPINARTE DICAS E FATOS / O NOSSO JORNAL FALADO

Leia Também

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Fila dobra quarteirão em hospital público de Duque de Caxias (RJ)

Um vídeo publicado no Facebook registra o sofrimento de quem tentava marcar uma consulta no Hospital Duque de Caxias, na segunda-feira (8), no bairro Senhor do Bonfim, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense (RJ). As imagens mostram uma fila que dobrava o quarteirão já às 6h.
"Se você quiser marcar uma consulta, por favor, venha dormir na fila", ironizou a internauta Luciene Corlett na rede social. O vídeo teve mais de 50 compartilhamentos até a tarde desta terça (9).
Procurada pela reportagem do UOL, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a fila foi "ocasionada devido à grande procura da população no primeiro dia de marcação de consultas, pelas especialidades oferecidas pela unidade".
A secretaria argumenta que a unidade é "a única do Rio de Janeiro que oferece todas as especialidades adulto e infantil". Por isso, há grande demanda. O órgão informou ainda que "que esse foi um problema pontual e informa que buscará uma solução para que não se repita".
O Hospital Duque de Caxias foi reaberto no ano passado, após seis anos fechado. Ele havia sido interditado pelo Conselho Regional de Medicina, em 2008, por falta de infraestrutura e por colocar em risco médicos, funcionários, pacientes e visitantes. Desde então, a unidade passou por uma longa reforma.
A reabertura só foi possível após a conclusão da primeira etapa da obra, em setembro de 2014. A entrega das instalações restantes está prevista para ocorrer durante este ano. O hospital funciona com 250 médicos e 123 consultórios. São realizados, todos os dias, mais de 1.000 atendimentos.
Leia mais em: http://zip.net/byrpWd