INFORMAÇÃO E ANÁLISE DAS REALIDADES E ASPIRAÇÕES COMUNITÁRIAS

Notícias da CMDC

Duque de Caxias, na Baixada Fluminense - Google Notícias

Translate

A VOZ DO CAMPINARTE

O SHOW DO COMÉRCIO DO CAMPINARTE

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Huayrãn Ribeiro / Com a mente quieta

Quando eu digo que todo problema tem solução é porque todo problema tem solução. O que não pode acontecer é você ficar pensando no problema. Vamos imaginar a seguinte situação: você está com um problema e você conhece a solução do tal problema. Eu pergunto: por que ficar pensando no problema se ele tem solução? Comece logo a trabalhar e... fim.
Outra situação: agora você está com um problema, que definitivamente não tem solução. Eu pergunto: por que ficar pensando no problema se ele definitivamente não tem solução? Esqueça e... vida que segue.
Não devemos temer nenhum problema. Todo problema tem solução e a solução está dento do problema. Quanto mais difícil for o problema, mais interessante será resolvê-lo exercitando a nossa capacidade. As charadas, os quebra-cabeças ou as palavras cruzadas, quanto mais difíceis, mais interessantes são.
O que normalmente dificulta a solução de um determinado problema é o desequilíbrio provocado pela ânsia de ver tal coisa solucionada. Dizem que a pressa é inimiga da perfeição, eu concordo. Uma mente ansiosa é uma mente intranqüila e com a mente intranqüila você não consegue solucionar nada. Se desejarmos compreender qualquer coisa se faz necessário que a mente esteja tranqüila. A compreensão só virá quando a mente estiver quieta. Não podemos compreender nada pelo esforço, pela análise, pela comparação, por qualquer forma de luta mental. A mente ficará quieta depois de perceber a verdade de que só será possível ter a compreensão na tranqüilidade; de que, se desejo compreender qualquer coisa, tenho de estar quieto, não devo ter reações em relação a nada, tenho que abrir mão de todas as minhas conclusões, minhas experiências, encarar o problema face a face. Só então, libertada a mente do condicionamento que lhe impus, serei capaz de compreender o problema. Pra você perceber a verdade, a sua mente tem que reconhecer o fato de que, enquanto estiver agitada, será incapaz de compreender qualquer coisa, qualquer problema. Essa quietude não pode ser imposta, nem disciplinada; é uma quietude que não pode ser compreendida pela mente, quando agitada. O problema tem que ser encarado com os olhos do observador, sem a crítica, sem a condenação, sem a queixa. Com a mente quieta.